fbpx

Gestão ágil e mais interação entre cliente e equipe: resultados para todos

Empresária, professora e consultora ERP, Thaise Gama é mestre em Engenharia de Software pela CESAR School. Com mais de 15 anos de mercado, ela também é Especialista em Gestão de Tecnologia da Informação e graduada em Ciência da Computação. Autora da dissertação “Aplicação de Uma Estratégia Incremental de Gestão Ágil de Projetos com Aderência Ao CMMI em um Projeto de Implantação de ERP”, orientada pelo professor Felipe Furtado, Thaise fala sobre sua pesquisa. Confira:

CESAR School (CS): Aproximação do tema
Thaise Gama (TG): No início do curso foi enviado para todos os alunos da minha turma do Mestrado em Engenharia de Software sugestões de temas para dissertação por linha de pesquisa e possíveis orientadores. As sugestões de trabalhos a partir da tese de doutorado do professor Felipe Furtado, “Uma Estratégia Incremental para Implantação de Gestão Ágil de Projetos em Organizações de Desenvolvimento de Software que buscam aderência ao CMMI”, me despertaram muito interesse ao perceber a oportunidade de aplicar a estratégia para solução de problemas que enfrentávamos na empresa nos projetos de implantação de software ERP. A partir daí entrei em contato com o professor Furtado demonstrando o meu interesse pelo tema, alinhamos as ideias e ele aceitou ser meu orientador da minha pesquisa.

CS: Indicações do mercado para condução da pesquisa
TG: De acordo com o relatório ERP (PANORAMA, 2019), tínhamos os seguintes índices: 44% das organizações concluíram a implementação; 45% das organizações concluíram a implementação com excedentes orçamentários; 58% das organizações ultrapassou o cronograma previsto; 50% dos benefícios esperados. Além disso, na empresa em que aplicamos a pesquisa-ação, da qual sou sócia, enfrentávamos alguns desafios nos projetos de implantação de software ERP com a utilização de um modelo tradicional de gerenciamento de projetos, como dificuldades para evitar falhas e para mensurar os resultados do projeto. Então precisávamos de melhores práticas, e, visto que o gerenciamento ágil auxilia as equipes a enfrentarem a dinâmica e imprevisibilidade de projetos e já vem sendo utilizado em diversos cenários além da indústria de software e que os modelos de maturidade estão sendo implementados em conjunto como forma de melhorar os processos e aumentar a qualidade dos produtos e serviços, foi proposta a aplicação da estratégia buscando identificar se a aplicação da estratégia era suportada.

CS: Resultados importantes identificados
TG: Foi perceptível a promoção de uma maior interação entre o time e o cliente. Houve uma maior autonomia da equipe, permitindo uma participação mais ativa de alguns membros, o que promoveu uma maior produtividade do time e uma melhoria contínua no processo de gestão do projeto. A Gestão Ágil de Risco foi uma área de processo bastante importante que ficou em evidência no processo de implantação da estratégia, o qual foi possível realizar sem sacrificar a agilidade do projeto.

CS: Resultado alcançado com relação à melhoria da agilidade da empresa
TG: O resultado foi bem positivo, pois conseguimos aumentar o nível de agilidade da empresa com sua aplicação. Essa avaliação de agilidade foi realizada utilizando o software MAES, que identifica o grau de implementação das metas e melhores práticas nas organizações, fruto também da dissertação de Mestrado em Engenharia de Software aqui da CESAR School, de Cléber Barros.
Com aplicação da Estratégia Incremental conseguimos alinhar as expectativas dos usuários, eliminar riscos, mensurar os resultados alcançados do projeto e promover maior autonomia e produtividade do time.

CS: Etapas futuras
TG: Como trabalhos futuros estaremos trabalhando na definição e utilização de ferramentas de gerenciamento de projetos e implementação de melhorias para gestão de portfólio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima