fbpx
Monitoria de Projetos na CESAR School

Monitoria de Projetos, a fábrica de soluções

A Monitoria de Projetos é uma das experiências mais enriquecedoras e mais objetivas que a CESAR School proporciona aos seus alunos: a possibilidade de tornar problemas em soluções e de entregar produtos inovadores ao mercado. Ela (também) é parte do mestrado profissional em Engenharia de Software (Stricto Sensu) e conduz o desafio de fazer da teoria algo tangível, prático e aplicável.

Antes chamada de “Fábrica de Softwares” e a Monitoria de Projeto serve de modelo e já foi replicada em vários estados do país. “A função da monitoria é fazer com que os alunos, na prática, a partir de um dado problema de mercado, possam entender como é isso pode se tornar viável, como pode ser levado para o mercado”, diz o professor de Modelagem de Negócios da CESAR School, Cristiano Andrade.

Todo esse processo está interligado e tem tudo a ver com o método de ensino da School, o PBL (Problem-based Learning). Como diz o aluno do mestrado, Wellington Dias, desafio e aprendizado andam juntos. “Houve vários momentos em que a gente não conseguia pensar que solução aplicar para um problema que parecia, mas é uma questão de exercício. Com a ajuda de um professor, e com as próprias aulas, conseguimos”, resume.

A Monitoria de Projetos funciona com apresentações em workshops onde a teoria é seguida por um status report, uma apresentação em que cada grupo apresenta o andamento do projeto. O método permite que os professores acompanhem o desenvolvimento e possa avaliar: o objetivo, no final disso tudo, é uma grande apresentação, quase um pitch de uma startup com resultados surpreendentes.

“É incrível como a gente vê a qualidade desses projetos, a evolução deles. Eu fico muito feliz em fazer parte disso e que esse pessoal saia daqui com esse nível de qualidade tão alto”, diz a Analista de Empreendedorismo do CESAR, Julyenne Moura.

Mestrado em Engenharia de Software
O curso pretende desenvolver uma visão macro sobre processos de desenvolvimento de software e de seus aspectos envolvidos, como Pessoas, Processos e Infraestrutura. O propósito de explorar teorias aplicáveis ao que é entendido é o grande diferencial. O perfil de aluno apto ao mestrado em Engenharia de Software da CESAR School é aquele que tem conhecimento de clássicos como Brooks, Pressman e Sommerville, e dos contemporâneos, como Ousterhout, Fournier, Tornhill, Fowler e Martin, experiência com desenvolvimento de software e nível avançado de leitura em inglês.

A ideia do mestrado profissional, comenta o aluno Carlos Furtino, “é formar não só um programador, não só um desenvolvedor, mas alguém com visão de mercado”. “É um projeto pensado para ser ponto de partida de um negócio”, explica.

“Essa experiência foi muito massa, foi gratificante ver que ações como esta do CESAR que estão profundamente alinhadas com a missão da organização, que é identificar, potencializar e concretizar oportunidades”, diz o executivo de Negócios e Conexões com Ecossistemas de Inovação do CESAR, Augusto Galvão.

Onde estamos

Rua Bione, Cais do Apolo, 220, Recife - PE, 50030-390

Rolar para cima