fbpx

FOR-REC: 800 km e o objetivo de ser mestra

Janine Freitas de Oliveira tem 26 anos e acaba de concluir o mestrado em Engenharia de Software pela CESAR School. Apesar da pouca idade, Janine tem oito anos de experiência como analista de sistemas e atua na área de desenvolvimento de software, se tornando a mais jovem mestra formada pela School. Atualmente, Janine trabalha no desenvolvimento do novo sistema de folha e recursos humanos da Prefeitura de Fortaleza – justamente seu objeto de estudo na dissertação. “Os próximos passos estão em elaboração e construção. Mas espero contribuir para um mundo melhor no futuro”, diz Janine. Confira a entrevista:

Histórico
Minha carreira profissional começou, antes da graduação, com um estágio na Ivia (WIPRO). Neste estágio tive o privilégio de aprender na prática o que é ser uma desenvolvedora de software. Já fui estagiária, trainee, júnior, pleno, sênior e hoje sou simplesmente uma apaixonada por resolver problemas.

Além de mestra em Engenharia de Software pela CESAR, sou especialista em Arquitetura de Software pela Uni7, bacharel em Sistema de Informação pela Devry e técnica em Informática na EEEP.M.A. Durante o Ensino Fundamental, fiz um curso de Lógica de Programação, aprendi a fazer uma calculadora em pascal. Foi ali que descobri a paixão por tecnologia. Confesso que na época pensei que poderia ficar rica com aquela calculadora; não fiquei rica, mas o ensino sempre me proporcionar crescimento profissional.

Chegada à School
Em 2013, com 19 anos entrei na graduação de Sistemas de Informação por meio de uma bolsa do Prouni, com a certeza que iria receber treinamento para ir para NASA . Acho que exagerei sobre a NASA, mas tive grandes mentores na faculdade, um deles foi o Euristenho Queiroz de Oliveira Júnior, mestre em Engenharia de Software (MPES.2012) pela CESAR School. Por meio dele conheci o CESAR. Ser mestra tinha virado um sonho pessoal, afinal na minha família não tinham ninguém com essa titulação e eu queria ser a primeira mestra e tinha que ser na School.

Em 2018, participei do processo seletivo para ingresso no mestrado no CESAR School não sabia se passaria e, se passasse, não não sabia como assistiria às aulas, visto que moro em Fortaleza, no Ceará, a 794 km de distância. Fui aprovada.

Diversas vezes, tive que sair às quintas, às 17h, do trabalho pegar um ônibus às 19h e chegar às 7h no Recife. Assistia às aulas das 8h às 19h, de sexta a domingo, e pegava o ônibus de volta às 19h domingo para chegar em Fortaleza às 7h para  trabalhar das 8h às 17h. Enfrentar essa jornada foi apenas o primeiro desafio dentre muitos que surgiram durante o mestrado, mas cada um valeu a pena.

Diferencial CESAR School
O que mais me entusiasmou durante o curso foi o ecossistema da CESAR School, que inclui desde o corpo docente, ao ambiente inovador de sala de aula até a conectividade aos parques tecnológicos como o Porto Digital e outros. Sem dúvidas as aulas mais amadas e odiadas ao mesmo tempo foram relacionadas a fábrica de software.

Pesquisa de conclusão
Minha dissertação de mestrado teve como título “Aplicação de ciência de dados para auxiliar na detecção de anomalias em folhas de pagamento”. Em resumo, meu trabalho aplicou técnicas de ciência de dados para auxiliar fiscais de uma prefeitura do estado do Ceará na fiscalização dos recursos públicos. A defesa aconteceu em 30 setembro de 2020

Tive o privilégio de ter como orientador professor Dr. Erico Souza Teixeira e na banca especialistas na área de ciência de dados e/ou fraudes, o Dr. Rodrigo Carneiro Leão Vieira da Cunha e os mestres. Fabiano Santos de Souza (UFF) e Marcos Antônio da Silva Costa (MPF).  O dia da apresentação foi muito especial na minha carreira como mestranda, pois além de receber feedbacks importantes para melhorar minha dissertação, durante a apresentação havia mais de 25 pessoas do CESAR, entre doutorandos, mestrandos e mestres prestigiando meu trabalho.

Rolar para cima

Onde estamos

Rua Bione, Cais do Apolo, 220, Recife - PE, 50030-390