fbpx
Arte Viva Design

Sexta edição do Viva Design discute cenários e perspectivas de profissionais negros

Será na próxima sexta-feira, 18 de setembro, a 6ª edição do Viva Design, que traz ao debate o assunto “Design Decolonial: cenários e perspectivas da negritude”. Toda a programação é conduzida por profissionais negros e foi pensada para ampliar a discussão na CESAR School. É preciso falar sobre essas ausências ainda insistentes e a ocupação de espaços para que a questão caminhe para a solução. A participação é aberta ao público.

“Faz em torno de cinco anos que isso vem sendo amplamente discutido e, olhando para a nossa própria instituição, percebemos o quanto é importante a inserção de pessoas negras na área”, diz a coordenadora do mestrado profissional em Design, a professora Helda Barros.

A temática é essencial e urgente para o setor. Segundo a pesquisa #QuemCodaBR, da Preta Lab e da ThoughtWorks, os profissionais negros representam apenas 36,9% do total em atividades ligadas à Tecnologia.

Confira os convidados:

Gleydson Públio
Técnico em audiovisual da Universidade Federal da Bahia. Graduado em Cinema e Audiovisual pela UFRB, Pós Graduado em Linguagem Cinematográfica pela USCS, Mestrando em Design pelo Cesar School. Atualmente pesquisa o registro audiovisual enquanto mecanismo preservação das memórias de comunidades tradicionais de terreiro de candomblé em Cachoeira-BA.

Helena Lu
Graduada em Design Gráfico e Produto, é designer do Instituto Ella Educa, que desenvolve projetos educacionais para redes de ensino, colégios, universidades e demais instituições interessadas.

Jessica Kianne
Feminista negra e ilustradora, é formada em Design Gráfico pelo Instituto Federal da Paraíba, mestranda em Design pelo Cesar School. Possui 9 anos de mercado e nos últimos 3 anos vem trabalhando como consultora e designer de experiência pela ThoughtWorks Brasil.

Natasha Bezerra
Feminista Negra. Sagitariana. Inquieta. Graduada em Publicidade e Propaganda e em Design Grafico. Atua há sete anos na área produzindo conteúdos imagéticos para impressos e meio digital. Mestranda em Design na CESAR School. Pesquisa a visibilidade das mulheres negras na decoração dos carnavais do Recife.

Robson Santos
Graduado em Design (Esdi – Uerj), mestre e doutor em Design (PUC-Rio), professor e pesquisador de temáticas relacionadas a pessoas e sistemas digitais. É gerente de  Pesquisa e Desenvolvimento no Luizalabs – área de tecnologia e inovação do Magalu.

Taís Nascimento
Graduada em Design Gráfico e especialista em Design de Interfaces e Interação pela CESAR School. Trabalha na área de tecnologia a mais de 20 anos e nos últimos 10 vem atuando como designer digital, acumulando vivências em diversas áreas, indo da identificação de problemas à construção de interfaces e testes com usuários, em segmentos como comunicação, saúde, educação, comércio eletrônico e, mais recentemente, no setor elétrico. Atualmente, é UX Designer no CESAR e professora na CESAR School.

Rolar para cima