fbpx

SmaCoViL é linguagem adequada encontrada em pesquisa de mestrado na School

Natural de Manaus, Claudia Rejane queria um tema que envolvesse desenvolvimento de programas de blockchain para finalizar o mestrado em Engenharia de Software na CESAR School: achou o casamento perfeito. Com cinco anos e meio de mercado como Engenheira de Software, ela atua na unidade do CESAR no Recife e fala um pouco sobre sua pesquisa, intitulada “SmaCoViL: Uma Linguagem de Modelagem Específica de Domínio para Geração de Contratos Inteligentes em Blockchain”. Confira:

CESAR School (CS): O tema da dissertação
Claudia Rejane (CR): Blockchain era um tema que vinha me chamando bastante atenção, mas eu queria estudar e pesquisar algo na área de desenvolvimento de programas e sistemas. Então, pesquisei a fundo sobre os problemas que a blockchain vinha enfrentando nessa área e me deparei com os contratos inteligentes que casava com o que me interessava: desenvolvimento de programa + um problema de pesquisa relativo a Blockchain.

CS: Firme até o fim
CR: Não, não houve mudança no tema. Fiz uma revisão na literatura para embasar melhor o problema e segui firme no tema.

CS: Problemática que norteou a pesquisa
CR: Usuários que pretendem usar plataformas de blockchain sentem dificuldades para escreverem os seus contratos inteligentes pois, na maioria das plataformas, é necessário escrever contratos utilizando uma linguagem de programação. E muitos usuários não têm conhecimento de programação.

CS: Soluções encontradas, aplicação para o usuário
CR: A ferramenta que foi desenvolvida para a escrita de contratos utilizando a linguagem SmaCoViL. Com essa ferramenta, os usuários conseguem escrever os seus contratos utilizando ferramenta gráfica, apenas arrastando ícones e preenchendo propriedades de componentes.
Muito mais simples do que escrever código em uma linguagem de programação textual e de propósito geral. Além disso também foi desenvolvido um algoritmo de transformação que permite traduzir de forma semi-automática o algoritmo em SmaCoViL (visual) para outra linguagem.

CS: Linguagem SmaCoViL na melhoria da experiência
CR: Através do estudo que foi realizado, dentro da pesquisa, os participantes que escreveram contratos utilizando a SmaCoViL conseguiram escrever os seus contratos mais rapidamente do que os usuários que não utilizaram a linguagem.
Além disso, os participantes relataram sobre a experiência que eles obtiveram ao escreverem os seus contratos utilizando a SmaCoViL e muitos relataram que era mais fácil usar esta linguagem: a SmaCoViL é mais intuitiva e que a ferramenta ajudava muito no processo de desenvolvimento de escrita de contratos inteligentes.

CS: Próximas etapas
CR: Meu intuito é publicar um artigo em alguma conferência de engenharia para divulgar para a comunidade sobre as vantagens de se utilizar MDE (model-driven-engineering) no processo de desenvolvimento de contratos inteligentes através dos resultados que obtivemos nessa pesquisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima